segunda-feira, 7 de outubro de 2019

Vereadores da cidade de Campinas e seus projetos

Uma cidade com grandes problemas na área da Saúde, os nossos representantes, ou seja, os nossos Vereadores não têm projetos significativos, em outras palavras, não afetam de forma a acrescentar o que a população de fato  necessita. Veja o trecho a seguir: (retirado do Jornal Correio Popular)

"Mais da metade dos projetos apresentados pelos vereadores este ano na Câmara de Campinas não tem qualquer impacto na vida da cidade. Dos 506 projetos protocolados entre janeiro e a última quarta-feira, 57,5% dão nomes a praças, ruas, prédios, criam datas comemorativas ou concedem honrarias. Esse perfil se reflete também nas leis que entraram em vigor no período: dos 77 projetos dos parlamentares sancionados pelo prefeito Jonas Donizette (PSDB), 67,1% deles são homenagens a anônimos ou personalidades." (Maria Teresa Costa DA AGÊNCIA ANHANGUERA teresa@rac.com.br)

Mas, veja a realidade na área da Saúde, dito em publicação anterior: 'Foi muito triste, recentemente,  ouvir os seguintes relatos:  senhor de quase 70 (ou mais) anos de idade, "Dona estou aqui para fazer a consulta, consegui marcar após 01 (um) ano um oftalmologista",  havia outro que disse: "Fiquei aguardando 5 (cinco) meses, só consegui porque uma pessoa que estava na fila havia morrido, e também obtive uma requisição para fazer exame em 2017, somente agora (2019) consegui fazer.' 

A   seguir, através de um vídeo,  vamos lembrar o Papel do Vereador, sendo o representante do povo de uma cidade.




    

Nenhum comentário:

Postar um comentário